Quem já tentou um regime nesse esquema sabe que a vida fica mais difícil mesmo. Por outro lado, sem um menu, você corre o risco de errar na composição do prato ou no tamanho da porção. A nutricionista solucionou o problema com tabelas divididas por tipo de nutriente, com as opções já nas medidas corretas para cada uma das refeições: 30 gramas de proteína magra, 10 de carboidrato integral e 5 de gordura boa no almoço, por exemplo. São ferramentas que também ajudam na hora de avaliar o rótulo ou na adaptação de uma receita. “Carrego as tabelas fotografadas no meu celular e, nas duas vezes que fiz a Dieta de Definição, foi muito mais prático”, comemora Daniela, que perdeu 3 quilos da primeira vez e percebeu muito mais os efeitos da musculação, além de ter mais pique para malhar.
TREINO COM INTELIGÊNCIA: Treinos radicais e fortes não correspondem à chave para emagrecer. Você não vai conseguir queimar gordura abdominal desta forma, como se o mundo estivesse acabando. Você terá que treinar de maneira inteligente, dosando seu esforço. Mantenha a sua concentração e seu esforço durante todo o treino. Se você se dedicar a fazer longos exercícios extenuantes, existe a certeza de que em breve abandonará o processo, porque nenhum corpo ou mente manterá tal ritmo.
Você prefere não consumir o suplemento? Isso não invalida a dieta. Ele é apenas uma sugestão prática para garantir uma boa fonte de proteína e, dependendo da marca, livre de gordura e carboidrato. Mas existem outros alimentos na tabela que cumprem essa função. Um filé de peixe grelhado, por exemplo, oferece os mesmos 30 gramas de proteína que uma dose do suplemento.
Para perder a gordura na barriga, é recomendado ter uma alimentação saudável e fazer atividade física de forma regular, pois assim é possível queimar a gordura acumulada, melhorar o sistema cardiovascular e e aumentar o metabolismo, fazendo com que o corpo gaste mais energia durante o dia e a noite, favorecendo, então, a perda da gordura abdominal.
Quem já tentou um regime nesse esquema sabe que a vida fica mais difícil mesmo. Por outro lado, sem um menu, você corre o risco de errar na composição do prato ou no tamanho da porção. A nutricionista solucionou o problema com tabelas divididas por tipo de nutriente, com as opções já nas medidas corretas para cada uma das refeições: 30 gramas de proteína magra, 10 de carboidrato integral e 5 de gordura boa no almoço, por exemplo. São ferramentas que também ajudam na hora de avaliar o rótulo ou na adaptação de uma receita. “Carrego as tabelas fotografadas no meu celular e, nas duas vezes que fiz a Dieta de Definição, foi muito mais prático”, comemora Daniela, que perdeu 3 quilos da primeira vez e percebeu muito mais os efeitos da musculação, além de ter mais pique para malhar.
Estou no quarto dia e estou muito desanimado. Eu não sinto como se eu estivesse perdendo qualquer peso. Encorajo-vos a completar os sete dias. Não fique muito desapontado se você não perder todos os dez quilos. Cada corpo e metabolismo é diferente. Tenha cuidado, no entanto, para seguir a dieta exatamente. Não deixe de comer por desespero para perder peso, caso contrário fara mais mal para sua saúde.
×