Priorize as proteínas magras e os vegetais sem amido na hora de comer. Preencha ½ do prato com vegetais sem amigo, ¼ com proteínas magras e ¼ com cereais integrais ou vegetais com amido. Além disso, incorpore gorduras saudáveis, como azeite de oliva, abacate e alguns peixes à dieta. Na hora de lanchar, coma frutas, nozes, sementes e vegetais cortados.[4]
Para não ficar com fome, deve-se comer alimentos ricos em fibras trocando o pão francês, o macarrão comum e o arroz branco, pelos integrais. Uma ótima sugestão é no almoço e no jantar sempre comer um prato cheio de saladas que podem ser sempre variadas, com 1 porção de proteína que pode ser 2 ovos cozidos, 1 lata de atum em água ou 1 porção de carne magra que pode ser peito de frango sem pele ou peixe cozido ou assado.
Você prefere não consumir o suplemento? Isso não invalida a dieta. Ele é apenas uma sugestão prática para garantir uma boa fonte de proteína e, dependendo da marca, livre de gordura e carboidrato. Mas existem outros alimentos na tabela que cumprem essa função. Um filé de peixe grelhado, por exemplo, oferece os mesmos 30 gramas de proteína que uma dose do suplemento.
×