Adote a dieta do mediterrâneo se você gosta de peixe e vegetais. A dieta do mediterrâneo é uma das várias alternativas que ajudam a perder peso. Ela é baseada em ingredientes e estilos de preparo que são tradicionais nas regiões do Mar Mediterrâneo e, de acordo com pesquisas, quem a segue fica menos suscetível a cardiopatias, além de perder alguns quilos em pouco tempo. Para começar, corte o pão, os laticínios e os alimentos processados e comece a ingerir as seguintes opções:[11]
Consejo: ten en cuenta que toda dieta que reduzca la ingesta calórica permite bajar de peso. Contrariamente a lo que se cree, no existen planes alimentarios que aceleren la pérdida de peso a partir de ciertos tipos de alimento. Sin embargo, algunas comidas proporcionan una mayor sensación de saciedad durante más tiempo y son más nutritivas. Las dietas especializadas permiten escoger muchos de estos alimentos.
Antes de que saltes a la bicicleta o a la caminadora por una hora, es mejor que gastes 45 minutos haciendo una rutina de ejercicios para aumentar músculo o haciendo ejercicios para moldear el cuerpo para gastar la mayoría de los carbohidratos almacenados o glucógeno en tu cuerpo como energía, de tal manera que cuando estés listo para hacer tu entrenamiento cardiovascular…

Priorize as proteínas magras e os vegetais sem amido na hora de comer. Preencha ½ do prato com vegetais sem amigo, ¼ com proteínas magras e ¼ com cereais integrais ou vegetais com amido. Além disso, incorpore gorduras saudáveis, como azeite de oliva, abacate e alguns peixes à dieta. Na hora de lanchar, coma frutas, nozes, sementes e vegetais cortados.[4]
Para ganhar massa muscular, o ideal é fazer exercícios de força, como musculação e crossfit, pois essas atividades forçam o músculo a pegar mais peso, o que é o principal estímulo para fazê-lo crescer. É importante lembrar que o treino deve estimular mais a capacidade do músculo, com aumento progressivo da carga e acompanhamento de um profissional educador físico.
Priorize as proteínas magras e os vegetais sem amido na hora de comer. Preencha ½ do prato com vegetais sem amigo, ¼ com proteínas magras e ¼ com cereais integrais ou vegetais com amido. Além disso, incorpore gorduras saudáveis, como azeite de oliva, abacate e alguns peixes à dieta. Na hora de lanchar, coma frutas, nozes, sementes e vegetais cortados.[4]
Quem já tentou um regime nesse esquema sabe que a vida fica mais difícil mesmo. Por outro lado, sem um menu, você corre o risco de errar na composição do prato ou no tamanho da porção. A nutricionista solucionou o problema com tabelas divididas por tipo de nutriente, com as opções já nas medidas corretas para cada uma das refeições: 30 gramas de proteína magra, 10 de carboidrato integral e 5 de gordura boa no almoço, por exemplo. São ferramentas que também ajudam na hora de avaliar o rótulo ou na adaptação de uma receita. “Carrego as tabelas fotografadas no meu celular e, nas duas vezes que fiz a Dieta de Definição, foi muito mais prático”, comemora Daniela, que perdeu 3 quilos da primeira vez e percebeu muito mais os efeitos da musculação, além de ter mais pique para malhar.
Uma regra muito importante: Coloque sua escala de distância para a semana.Está certo. Eu não quero que você se pesar durante os sete dias inteiros da dieta. A razão para isso é se concentrar em quanto melhor você se sente, em vez de no número de quilos você perde. No dia sete você pode puxar para fora sua escala e etapa a bordo para ver quantas libras vieram fora.
×