Acordar pela manhã com o desejo de comer uma panqueca doce ou um pão integral com omelete e poder fazer isso é realmente libertador – e parece mais eficiente. “A autonomia na escolha do que vai ser colocado no prato garante a adesão à dieta, o que aumenta a chance de sucesso no emagrecimento”, afirma a nutricionista Vanessa Leite, de Porto Alegre. Criadora da dieta, ela conta que chegou a esse formato depois de ouvir a queixa constante de suas pacientes da dificuldade em seguir um cardápio pronto e engessado. A neurocirurgiã Daniela Luneli é uma delas. “Na minha rotina não cabe uma dieta fechada, que não me permite comer o que tenho disponível no momento”, diz a médica.

Uma regra muito importante: Coloque sua escala de distância para a semana.Está certo. Eu não quero que você se pesar durante os sete dias inteiros da dieta. A razão para isso é se concentrar em quanto melhor você se sente, em vez de no número de quilos você perde. No dia sete você pode puxar para fora sua escala e etapa a bordo para ver quantas libras vieram fora.
Ao equilíbrio no prato, deve juntar a atividade física. O ideal é a prática diária de exercício. Se não for possível, faça-o, pelo menos, três vezes por semana e, no mínimo, meia hora em cada sessão. Os exercícios aeróbicos, como a corrida, o ciclismo ou a dança, por serem de intensidade moderada, podem ser mantidos durante mais tempo. Permitem um consumo elevado de calorias. Comece devagar e aumente a intensidade e o tempo e forma gradual.
Corta unas 5-6 cebollas muy finitas. En una sartén grande añade una cucharada de aceite de oliva y cuando esté caliente rehoga los calamares (solo para marcarlos, no deben cocerse). Cuando hayan cogido un poco de color retíralos del fuego. A continuación, en la misma sartén añades la cebolla, bajas el fuego, añades un poco de agua y sal y cueces a fuego lento. Cuando la cebolla esté prácticamente cocida y doradita añades los calamares y dejas cocer hasta que estos estén en su punto. En unos 5 minutos podrás servirlo.
×